Discente: Bruno Santos Pereira da Silva

Título da dissertação: "Quando o verso é reverso sem deixar o verso": a composição poética dos Morangos Mofados de Caio Fernando Abreu

Orientador(a): Maria Lucia Guimarães de Faria

Ano da defesa: 2019

Páginas: 126

Resumo:

O foco primeiro de investigação de nossa dissertação é o livro Morangos mofados (1982), de Caio Fernando Abreu. Buscamos nos aprofundar no seio do projeto arquitetônico da obra, destacando a singularidade de cinco contos da coletânea e a pertinência destas pequenas narrativas dentro da construção do livro em questão. O intuito foi apontar como a obra supracitada passa por um detido trabalho de reflexão e de preocupação com a forma, fazendo desta reunião um todo poético e coeso, e, também, salientar como o “escritor da paixão”, na alcunha de Lygia Fagundes Telles, é um poeta dentro da prosa. Para tanto, além do livro-base desse estudo, também analisamos alguns poemas, dispostos na coletânea Poesias nunca publicadas de Caio Fernando Abreu (2012), de modo a fazer um paralelo entre seus versos e seus parágrafos. Desvelamos a intratextualidade e os temas que circundam suas composições, como o (des)amor e sua fragilidade, movimentações e desdobramentos, a repressão da sensibilidade, o arruinamento das relações, a inconstância dos relacionamentos humanos, a (falta de) esperança, o medo e a morte constante das coisas, a busca eterna por si mesmo e pelo outro, para chegarmos à escrita e ao labor poético do autor gaúcho, tendo sempre como norte a fusão entre dois gêneros que a literatura de Caio Fernando Abreu tende a praticar: prosa e poesia.

Palavras-chave: Morangos mofados; Caio Fernando Abreu; narrativa; contos; composição.

Abstract

The primary aim of investigation of the present thesis is the book Morangos mofados (1982), written by Caio Fernando Abreu. We shed light on the architectonic project of the book by means of the careful and detailed interpretation of five of its pieces with view to highlighting, at one and the same time, their peculiarity and their belonging to the whole. Our analyses reveal the careful and rigorous musing that assists the work and its concern with the form. The result of the concurrent efforts of thought and aesthetics is a coherent and poetic totality, in which the “writer of passion”, as Lygia Fagundes Telles called him, proves himself to be a poet inside prose. Caio’s poetic vein, in the strict sense of the verse, is further demonstrated through the study of some poems that integrate the compilation Poesias nunca publicadas de Caio Fernando Abreu (2012), which enables us to draw important connections between his lines and his paragraphs. Caio’s poetic labor and his singular way of writing are gradually unveiled as we bring to light his recurrent themes and the intratextuality that binds them: (un)love and its frailty, the unfolding and conflicts of human relations, the repression of sensitivity, (lack of) hope, fear and the assiduous death of everything, the endless search for oneself and the other. The deep and delicate treatment with which Caio tackles these central themes repeatedly confirms that in his artistic work prose and poem go hand in hand.

Keywords: Morangos mofados; Caio Fernando Abreu; narrative; short stories; composition

Coordenação

Coordenador: Prof. Dr. Adauri Bastos

Vice-coordenadora: Profa. Dra. Maria Eugenia Lammoglia 

Secretário: Renato Martins e Silva
posvernaculas@letras.ufrj.br

Atendimento

Além de atender por e-mail, a Secretaria do PPGLEV oferece atendimento telefônico e presencial de segunda a quinta-feira, das 12h às 16h, na sala F-319.

Endereço

Programa de Pós-Graduação em Letras  (Letras Vernáculas)
Faculdade de Letras da UFRJ
Av. Horácio de Macedo, 2151
Sala F-319
Cidade Universitária — CEP 21941-917
Rio de Janeiro — RJ