Discente: Vitória Benfica da Silva

Título da dissertação: O cruzamento vocabular formado por antropônimos: análise morfológica e fonológica

Orientador(a):  Carlos Alexandre Victorio Gonçalves

Ano da defesa: 2019

Páginas: 184

Resumo:

O presente trabalho tem como objetivo principal analisar o cruzamento vocabular, processo de formação de palavras que tem como base outras duas palavras já existentes na língua, a exemplo de chafé (< chá + café), cujo produto final não só determina um novo significado como também reproduz os das bases. Focalizamos, no entanto, um corpus diferenciado, não investigado anteriormente: cruzamento vocabular formado por, pelo menos, uma base antroponímica. Desse modo, nos baseamos tanto em estudos sobre o cruzamento vocabular – Gonçalves (2003, 2006, 2016) e Andrade (2008, 2009) – quanto naqueles sobre a antroponímia – Cassier (1985), Dick (1987) e Soledade (2012). Com esse perfil de corpus, coletamos dados de quatro categorias distintas: (i) antropônimos acrescidos de qualificador, como Imbeciro (< imbecil + Ciro); (ii) shippagem, a exemplo de Brumar (< Bruna + Neymar); (iii) nomes de batismo, como Ivedro (< Ivana + Pedro) e (iv) oniônimos de bases antroponímicas, como em Veterimário (< veterinário + Mário). Os resultados apontam para diferentes padrões de formação em cada grupo, além de um forte valor expressivo dos antropônimos, de modo geral.

Palavras-chave: morfologia; fonologia; cruzamento vocabular; antropônimos.

Abstract

The main objective of this work is to analyze lexical blend, a process of word formation based on two other words already present in the language, such as chafé (< chá “tea” + café “coffee”), whose final product not only determines a new meaning but also reproduces those of the bases. We focus, however, on a differentiated corpus, not previously investigated: lexical blend formed by at least an anthroponymic basis. Thus, we base ourselves on studies on the lexical blend – Gonçalves (2003, 2006, 2016) and Andrade (2008, 2009) – and on those on anthroponyms – Cassier (1985), Dick (1987) and Soledade (2012). With this corpus profile, we collect datas from four distinct categories: (i) anthroponyms plus qualifier, such as Imbeciro (< imbecile + Ciro); (ii) shipping, like Brumar (< Bruna + Neymar); (iii) baptismal names, such as Ivedro (< Ivana + Pedro) and (iv) “oniônimos” with anthroponymic bases, such as Veterimário (< veterinary + Mário). The results point to different training patterns in each group, as well as a strong expressive value of anthroponyms, in general.

Keywords: morphology; phonology; lexical blend; anthroponyms.

Coordenação

Coordenador: Prof. Dr. Adauri Bastos

Vice-coordenadora: Profa. Dra. Maria Eugenia Lammoglia 

Secretário: Renato Martins e Silva
posvernaculas@letras.ufrj.br

Atendimento

Além de atender por e-mail, a Secretaria do PPGLEV oferece atendimento telefônico e presencial de segunda a quinta-feira, das 12h às 16h, na sala F-319.

Endereço

Programa de Pós-Graduação em Letras  (Letras Vernáculas)
Faculdade de Letras da UFRJ
Av. Horácio de Macedo, 2151
Sala F-319
Cidade Universitária — CEP 21941-917
Rio de Janeiro — RJ