Discente: Antonio Ricardo Ribeiro Cidade

Título da dissertação: Tutameia: construção de sentidos e estratégias de diálogo (meta)ficcionais nas terceiras estórias

Orientador(a):  Maria Lucia Guimarães de Faria

Ano da defesa: 2019

Páginas: 89

Resumo:

A pesquisa investiga as relações entre leitor e obra e as operações mentais que ocorrem durante a leitura. Como essas operações contribuem para a construção de sentidos é o que nos move. Nosso objeto de estudo é o livro Tutameia, de João Guimarães Rosa. Na interpretação das 40 estórias procuramos determinar o que constitui o chamado “universo rosiano”. Esta pesquisa tem por objetivo, através da apresentação e análise de Tutameia, demonstrar que a construção de sentidos e as estratégias de diálogo metaficcional são operações concomitantes. Ambas concorrem para a ampliação do universo habitual de leitura e compreensão. Pretendemos mostrar de que maneira o livro convida o leitor a abandonar os “hábitos estadados” de leitura de modo a dispor-se ao apelo e desafio da obra. Exibindo uma estrutura de alta complexidade, com superposição de planos semânticos e mecanismos internos capazes de lhe dar ritmo e movimento, Tutameia exorta o leitor a abandonar a preguiça mental escondida por trás da “palavra difícil”: “Não se temam as difíceis palavras”. (ROSA, 2009: 216). Na investigação do ser da obra rosiana usaremos, entre outras, as teorias “O jogo como o modo de ser da obra de arte”, de Hans-Georg Gadamer, a “Teoria do efeito estético”, de Wolfgang Iser, a poética da ironia, de Ronaldes de Melo e Souza, e o amplo estudo realizado pela professora Maria Lucia Guimarães de Faria que constituiu sua tese de doutorado, intitulada Aletria e hermenêutica nas estórias rosianas.

Palavras-chave: João Guimarães Rosa, Tutameia, ficção, metaficção, literatura brasileira.

Abstract:

The present paper investigates the relationships between reader and work and the mental operations that occur during reading. How these operations contribute to the construction of meanings is what moves us. Our object of study is the book Tutameia, by João Guimarães Rosa. In the interpretation of the 40 stories we try to determine what constitutes the so-called “Rosian universe”. This research aims, through the presentation and analysis of Tutameia, to demonstrate that the construction of meanings and strategies of metafictional dialogue are concomitant operations. Both contribute to the expansion of the usual universe of reading and understanding. We intend to show how the book invites the reader to abandon the “usual reading habits” in order to be prepared for the appeal and challenge of the work. Displaying a structure of high complexity, with superimposition of semantic plans and internal mechanisms capable of giving rhythm and movement, Tutameia urges the reader to abandon the mental laziness hidden behind the “difficult word”: "Do not fear the difficult words.” (ROSA, 2009: 216). In the investigation of the being of the Rosian work we will use, among others, Hans-Georg Gadamer's theories of “Playing as the mode of being of the work of art”, Wolfgang Iser's “Theory of aesthetic effect”, the poetics of irony, by Ronaldes de Melo e Souza, and the extensive study by Professor Maria Lucia Guimarães de Faria, who constituted her doctoral dissertation, entitled Aletria and Hermeneutics in the Rosian stories.

Keywords: João Guimarães Rosa, Tutameia, ficiton, metafiction, Brazilian literature.

Coordenação

Coordenador: Prof. Dr. Adauri Bastos

Vice-coordenadora: Profa. Dra. Maria Eugenia Lammoglia 

Secretário: Renato Martins e Silva
posvernaculas@letras.ufrj.br

Atendimento

Além de atender por e-mail, a Secretaria do PPGLEV oferece atendimento telefônico e presencial de segunda a quinta-feira, das 12h às 16h, na sala F-319.

Endereço

Programa de Pós-Graduação em Letras  (Letras Vernáculas)
Faculdade de Letras da UFRJ
Av. Horácio de Macedo, 2151
Sala F-319
Cidade Universitária — CEP 21941-917
Rio de Janeiro — RJ