Discente: Luana Vasconcellos Teixeira

Título da dissertação: Lucciolas (Gonçalo M. Tavares Sobrevivência e Resistência)

Orientador(a): Gumercinda Nascimento Gonda

Ano da defesa: 2019

Páginas: 98

Resumo:

Considerando a perspectiva da sombra na qual a luz se propaga, nos propomos a analisar a tetralogia O Reino, do autor português Gonçalo M. Tavares, composta pelos romances Jerusalém (2006), Um homem: Klaus Klump (2007), Aprender a rezar na Era da Técnica (2008) e A máquina de Joseph Walser (2010), a fim de demonstrar a relevância das personagens femininas na obra, aproximando-as das lucciolas (pequenas luzes), como defende Georges Didi-Huberman em Sobrevivência dos vaga-lumes (2011) procura, deste modo, evidenciar os aspectos de Sobrevivência e Resistência do feminino em meio ao contexto de conflito. Ajudam-nos a refletir sobre o tema autores como Georg Lukács, Walter Benjamin, Maurice Blanchot, Theodor W. Adorno, Jacques Lacan, Michel Foucault, Gilles Deleuze, entre outros.

Palavras-chave: Gonçalo M. Tavares; Sobrevivência; Resistência; Feminino; Literatura Portuguesa.

Abstract

Considering the perspective of the shadow in which the light propagates, we propose to analyze the tetralogy The Kingdom of the Portuguese author Gonçalo M. Tavares, composed by the novels Jerusalém (2006), Um homem: Klaus Klump (2007), Aprender a rezar na Era da Técnica (2008), and A máquina de Joseph Walser (2010), in order to demonstrate the relevance of the female characters in the work, lucciolas (small lights), as advocated by Georges Didi-Huberman in Sobrevivência dos vaga-lumes (2011). Seeks to highlight the aspects of Survival and Resistance of the feminine in the context of conflict. They help us reflect on the theme of authors like Georg Lukács, Walter Benjamin, Maurice Blanchot, Theodor W. Adorno, Jacques Lacan, Michel Foucault, Gilles Deleuze, among others.

Keywords: Gonçalo M. Tavares; Survival; Resistance; Female; Portuguese Literature.

Coordenação

Coordenadora: Profa. Dra. Maria Eugenia Lammoglia

Vice-Coordenadora: Profa. Dra. Eliete Figueira Batista da Silveira 

Secretário: Renato Martins e Silva
posvernaculas@letras.ufrj.br

Atendimento

Além de atender por e-mail, a Secretaria do PPGLEV oferece atendimento telefônico e presencial de segunda a quinta-feira, das 13h às 17h, na sala F-319.

Endereço

Programa de Pós-Graduação em Letras  (Letras Vernáculas)
Faculdade de Letras da UFRJ
Av. Horácio de Macedo, 2151
Sala F-319
Cidade Universitária — CEP 21941-917
Rio de Janeiro — RJ