Discente: Gustavo Rocha Ferreira e Silva

Título da dissertação: A redenção marciana: ecos da filosofia de Søren Kierkegaard no romance O encontro marcado, de Fernando Sabino

Orientador(a): Adauri Silva Bastos

Ano da defesa: 2019

Páginas: 134

Resumo:

O romance O encontro marcado (1956) narra a trajetória de Eduardo Marciano. A dissertação propõe uma leitura pendular da obra, colocando-a em diálogo com as densas e complexas ideias de Søren Aabye Kierkegaard (1813-1855), filósofo tido como precursor do que veio a ser a corrente do existencialismo. A primeira seção se dedica à análise dos aspectos linguísticos e estruturais da narrativa. São pormenorizadas as características da escrita de Fernando Sabino, sua proximidade com a crônica e o estilo jornalístico, a função dos diálogos, o papel e a natureza ambígua do narrador e o viés autobiográfico do romance. A segunda parte destaca e delineia as proximidades e distanciamentos entre a trajetória do protagonista e o conceito de estádios da existência de Søren Kierkegaard: estético, ético e religioso. A interpretação é a de que Eduardo Marciano atravessa-os até o mergulho final na fé. O mesmo se dá em relação à angústia, tema da terceira parte da dissertação. O protagonista a vivencia, sim, mas de maneira própria, razoavelmente distinta daquela concebida pelo pensador dinamarquês. Afinal, Eduardo não sofre a angústia derivada do se saber livre para escolher um rumo para a própria vida. Sofre por não conseguir realizar o projeto existencial traçado por si mesmo ao final de sua adolescência e início da fase adulta. O terceiro capítulo, portanto, apresenta o conceito de angústia segundo Søren Kierkegaard para sustentar a interpretação de que o protagonista a vivenciou, mas não nestes exatos moldes. Este distanciamento não se dá em relação ao desespero, tema do quarto e último capítulo. Em linhas gerais, o pensador dinamarquês o define como o resultado de um desequilíbrio entre as duas instâncias que configuram o indivíduo, isto é, a alma e o corpo,eterna e finita, respectivamente. Como se verá, é justamente este o caso do protagonista, iludido que está com o fato de que pode significar a própria existência com base unicamente no exercício da razão. A trajetória do personagem Eduardo Marciano trava paralelos e distanciamentos em relação aos conceitos que compõem o denso e intrincado pensamento do filósofo dinamarquês. Portanto, a diretriz principal seguida pela dissertação consiste na problematização do romance O encontro marcado à luz de Søren Kierkegaard.

Palavras-chave: O encontro marcado; Fernando Sabino; Søren Kierkegaard; existencialismo; angústia; desespero.

Abstract

Written by Fernando Sabino and published in 1956, O encontro marcado presents the life of Eduardo Marciano. This dissertation proposes a dialogue between the novel and the deep and complex ideas of Søren Aabye Kierkegaard (1813-1855), Danish philosopher considered the precursor of existentialism. The first chapter is dedicated to the structural and linguistics aspects of the novel itself. Fernando Sabino’s writing, its similarities to the chronical and journalistic style, the role of the dialogues, the narrator’s ambiguous estence and the autobiographical bias will be all scrutinized. The second one will highlight and analyse the meeting and detachment points between the main protagonist’s journey and Søren Kierkegaard’s concept of the three stages on life’s way: aesthetic, ethic and religious. According to this dissertation, Eduardo Marciano goes through these three phases until his final redemption to God. The third chapter is about anguish. The main character suffers from it, but in a different way compared to how Kierkegaard ideated it. After all, Eduardo does not undergo anguish for realizing he is free to choose his own paths in life. He suffers because he cannot fulfil his dream of becoming a great novelist. This chapter presents Søren Kierkegaard’s concept of angst in order to support this claim. Sabino and Kierkegaard agree when it comes to despair. According to the Danish philosopher, it is the consequence of the unbalance between the two dimensions of the self, soul and body, eternal and finite, respectively. That is exactly what happens to theprotagonist, who naively thinks he can give meaning to his existence using only his reasoning. Eduardo Marciano’s journey has meeting and detachments points compared to all the dense and complex thought system of Kierkegaard. Ultimately, this dissertation aims to scrutinize the novel O encontro marcado in the light of the Danish philosopher.

Keywords: O encontro marcado; Fernando Sabino; Søren Kierkegaard; existentialism; anguish; despair.

Coordenação

Coordenadora: Profa. Dra. Maria Eugenia Lammoglia

Vice-Coordenadora: Profa. Dra. Eliete Figueira Batista da Silveira 

Secretário: Renato Martins e Silva
posvernaculas@letras.ufrj.br

Atendimento

Além de atender por e-mail, a Secretaria do PPGLEV oferece atendimento telefônico e presencial de segunda a quinta-feira, das 13h às 17h, na sala F-319.

Endereço

Programa de Pós-Graduação em Letras  (Letras Vernáculas)
Faculdade de Letras da UFRJ
Av. Horácio de Macedo, 2151
Sala F-319
Cidade Universitária — CEP 21941-917
Rio de Janeiro — RJ