Discente: Carolina Lopes Batista

Título da dissertação: Cenas de uma vida devota: o riso na narrativa de Eça de Queirós

Orientador(a): Monica do Nascimento Figueiredo

Ano da defesa: 2018

Páginas: 131

Resumo:

Após as conturbadas Conferências do Casino de 1871, Antero de Quental teria “encomendado” a Eça de Queirós um texto que transformasse seu ensaio político em ficção, para que fosse publicado em uma coluna da Revista Ocidental. Esse texto, depois de alguns anos e vários ajustes, tomou corpo sob o título de O crime do Padre Amaro. Apesar da história narrar a vida de um padre que na Leiria oitocentista se envolve com uma devota e a engravida, essa obra vai muito além da chocante premissa. Os principais problemas que Eça de Queirós observava em seu Portugal contemporâneo – resumidamente: instituições corrompidas por pessoas corrompidas em uma pequena e simplória cidade composta majoritariamente de pequenos burgueses, que estão presos a esse sistema corrupto e repressor que a religião sustém – são pontuados no romance de Eça através de uma escrita de humor ácido e sarcástico. É possível perceber tal “riso enviesado” tanto nas muitas situações criadas pela narrativa quanto nas palavras escolhidas cuidadosamente para descrever as cenas e os personagens.

Palavras-chave: O crime do Padre Amaro; Eça de Queirós; riso; humor.

Abstract:

After the troubled 1871 Casino Conferences, Antero de Quental would have "commissioned" Eça de Queirós a text that would transform his political essay into fiction, to be published in a column of the Western Magazine. This text, after some years and several adjustments, took shape under the title of The crime of the Father Amaro. Although the story recounts the life of a priest who in the nineteenth-century Leiria engages with a devotee and impregnates her, this work goes far beyond the shocking premise. The main problems that Eça de Queirós observed in his contemporary Portugal - in short: institutions corrupted by corrupt people in a small, simple city composed of petty bourgeois, who are trapped in this corrupt and repressive system that religion maintains - are punctuated in the novel of Eça through a writing of acid and sarcastic humor. It’s possible to realize such “skewed laughter” in both the many situations created by the narrative and the words carefully chosen to describe the scenes and the characters.

Keywords: The crime of the Father Amaro; Eça de Queirós; laugh; humor.

Coordenação

Coordenador: Prof. Dr. Adauri Bastos

Vice-coordenadora: Profa. Dra. Maria Eugenia Lammoglia 

Secretário: Renato Martins e Silva
posvernaculas@letras.ufrj.br

Atendimento

Além de atender por e-mail, a Secretaria do PPGLEV oferece atendimento telefônico e presencial de segunda a quinta-feira, das 13h às 17h, na sala F-319.

Endereço

Programa de Pós-Graduação em Letras  (Letras Vernáculas)
Faculdade de Letras da UFRJ
Av. Horácio de Macedo, 2151
Sala F-319
Cidade Universitária — CEP 21941-917
Rio de Janeiro — RJ