Discente: Anderson Pinheiro Rodrigues

Título da dissertação: Condicionalidade e exclusividade em predicações: descreve-se a rede construcional só com análise de usos

Orientador(a): Marcia dos Santos Machado Vieira 

Ano da defesa: 2018

Páginas: 122

Resumo:

Baseada em pressupostos teórico-metodológicos das abordagens funcionalista, construcionista e cognitivista (BYBEE, 2003, 2010; GOLDBERG, 1995, 2003, 2013; TRAUGOTT & TROUSDALE, 2013; dentre outros), esta pesquisa analisa padrões construcionais licenciados pelas (meso)construções exclusiva e exclusiva-condicional do Português Brasileiro instanciados pelo esquema sintático [advfoc.exc-prep.com-elemento nominal] (só com x). Ambas (meso)construções analisadas nesta pesquisa compatibilizam-se ao esquema sujeito-predicado, integrando-o sintaticamente. O resultado da compatibilização dessas (meso)construções ao esquema sujeito-predicado revela propriedades que permitem estabelecer um esquema geral de valor exclusivo e seus subtipos, a saber: as (meso)construções exclusivas e as exclusivo-condicionais, as quais, por sua vez, licenciam padrões construcionais mais substantivos (microconstruções).

Os padrões construcionais compatibilizados ao esquema sujeito-predicado os quais ambas licenciam atribuem ao esquema um sentido básico. No caso das exclusivo-condicionais, o sentido básico é “x só age/realiza-se se for com y” e, no das exclusivas, o sentido é “x age/realiza-se unicamente com y”.

Atesta-se, nesta pesquisa, que o valor condicional é encontrado também em sentenças simples e não só nas relações sintáticas entre orações. Para tanto, conta-se com uma amostra de 400 enunciados: 296 dados encontrados no corpus/acervo de entrevistas do Programa Roda Viva/TV Cultura transcritas e disponíveis no site da FAPESP; e 74 dados complementares coletados via ferramenta de busca do Google em textos (de sites e blog diversos). Focalizamse os problemas relativos à caracterização morfossintática e semânticodiscursiva das (meso)construções condicional-exclusivas e exclusivas. Os dados foram, então, analisados segundo os seguintes parâmetros e subparâmetros: (i) valor construcional (tipo de advérbio focalizador, focalização dos advérbios exclusivos no padrão construcional só com x, polaridade negativa/positiva do esquema sujeito-predicado; possibilidade de constructos com os sentidos exclusivo e condicional); (ii) relação semântica construcional (ausência ou presença de modificador na construção só com x, esquema sujeito-predicado, (in)animacidade do sujeito); (iii) referente textual (tipo de informação).

De acordo com a análise desses (sub)parâmetros nos dados, é possível identificar sentenças simples com valor básico (valor exclusivo), as sentenças com uma extensão desse valor (valor exclusivo-condicional), assim como sentenças simples com o valor condicional, com base no estudo de alguns aspectos sintáticos, semânticos e discursivos.

Palavras-chave: Funcionalismo, Gramática de Construções, construção de estrutura argumental, condicionalidade, exclusividade.

Abstract:

Based on theoretical and methodological presuppositions of functionalist, constructional and cognitive approaches (BYBEE, 2003, 2010; GOLDBERG, 1995, 2003, 2013; TRAUGOTT & TROUSDALE, 2013; among others), this research analyzes constructional patterns licensed by the exclusive and conditional-exclusive Brazilian Portuguese (meso)constructions instantiated by the syntactic scheme [advfoc.exc-prep.com-nominal element] (só com x). Both analysed (meso)constructions in this research are compatibilized to the subjectpredicate schema, syntatically integrating it. The result of the compatibilization of these (meso)constructions to the subject-predicate schema reveals properties that allow to establish a general scheme of exclusive value and its subtypes, namely: exclusive and conditional-exclusive (meso)constructions, which, in turn, license more substantive constructional patterns (microconstructions).11 The compatibilized constructional patterns to the subject-predicate schema that both of them licenses give that schema a basic sense. In the case of the conditional-exclusive (meso)constructions, the basic sense is “x only acts/occurs if (and only if) it is with y”. In the case of the exclusive ones, the basic sense is “x acts/occurs only with y”.

It is confirmed, in this research, that the conditional value is also found in simple sentences and not only in the relation between verbal phrases. In order to do so, the corpus analysis count on 400 sentences: 296 occurrences found at a corpus/collection of interviews produced at Roda Viva Program/TV Cultura, which are transcribed at FAPESP site; and 74 occurrences that complement the first ones and were collected, by the use of Google search device, in texts (diverse sites and blogs). We deal with problems related to the morphosyntatic and discursive-semantic characterization of conditional-exclusive and exclusive (meso)constructions. Then, data was analyzed according to the following parameters and subparameters: (i) constructional value (type of focus adverb, exclusive adverbs focusing constructional pattern only with x, negative/affirmative polarity of the subjective-predicate schema, construction ambiguity); (ii) constructional semantic relation (absence or presence of a modifier in construction only with x, subject-predicate scheme, (in)animate subject); (iii) textual reference (type of information).

According to the analysis of such (sub)parameters at data, it is possible to identify the simple sentences with the basic value (exclusive value), the sentences with an extension of such value (conditional-exclusive value), as well as the simple sentences with conditional value, based on the study of some syntactic, semantic and discursive aspects.

Keywords: grammar of constructions, argumentative constructions, conditionality, exclusivity

Coordenação

Coordenador: Prof. Dr. Adauri Bastos

Vice-coordenadora: Prof. Dra. Maria Eugenia Lammoglia 

Secretária: Maria Goretti Mello
posvernaculas@letras.ufrj.br

Atendimento

Além de atender por e-mail, a Secretaria do PPGLEV oferece atendimento telefônico e presencial de segunda a quinta-feira, das 12h às 16h, na sala F-319.

Endereço

Programa de Pós-Graduação em Letras  (Letras Vernáculas)
Faculdade de Letras da UFRJ
Av. Horácio de Macedo, 2151
Sala F-319
Cidade Universitária — CEP 21941-917
Rio de Janeiro — RJ