Discente: Lucas Teixeira Barbedo

Título da dissertação: Visões de Paris em Nestor Vítor e Tomás Lopes

Orientador(a): Gilberto Araújo

Ano da defesa: 2020

Páginas: 75

Resumo:

As duas primeiras décadas do século XX manifestam-se, aos nossos olhos, envoltas em uma atmosfera cosmopolita altamente centralizada na cidade de Paris e sua ambiência feérica. Influenciado pelas transformações por que passou o espaço urbano desta cidade no século XIX, o Rio de Janeiro sofrerá, em sequência, uma série de modificações com vistas a conformá-lo à recente estética urbana e aos novos modos e práticas sociais engendrados pela modernidade. No epicentro dessas mudanças estão dois brasileiros habitantes da então capital do país – Tomás Lopes e Nestor Vítor – que observarão, através da prática cultural da viagem, a afamada Cidade Luz buscando interpretá-la, cada um a seu modo, sob o processo social da Belle Époque. Como resultado, duas narrativas de viagem – Corpo e alma de Paris (1909) e Paris: impressões de um brasileiro (1911) – dos respectivos autores, coligadas pelo gênero literatura de viagem. A escolha das obras se justifica na medida em que elas se apresentam como sintomáticas deste momento cultural, e fundamentais ao entendimento do que representava Paris para o estrangeiro – sobretudo àquele pertencente à linhagem colonizatória europeia –, bem como ao entendimento do que foi o Rio de Janeiro sob o sortilégio da Belle Époque.

Palavras-chave: Nestor Vítor; Tomás Lopes; Literatura de viagem; Viagens culturais; Belle Époque.

Abstract:

The first two decades of 20th century seem to be covered up in a cosmopolitan atmosphere highly focused on the city of Paris and its fairylike ambience. Influenced by the Paris transformations in its urban space throughout the XIXth century, Rio de Janeiro also underwent through a series of radical changes designed to make it more updated with the recent urban aesthetics and with the new ways and social practices engendered by modernity. At the epicenter of these changes are two Brazilians living in the then capital of the country – Tomás Lopes and Nestor Vítor – who will observe, through the cultural practice of the trip, the famous “City of Lights” seeking to interpret, each in its own way, under the social process of Belle Époque. As a result, two travel narratives – Corpo e alma de Paris (1909) e Paris: impressões de um brasileiro (1911) – by the respective authors, linked by genre travel literature. The choice of works is justified insofar as they present themselves as symptomatic of this cultural moment, and fundamental to the understanding of what Paris meant abroad – especially to those belonging to the European colonizing lineage –, as well as to the understanding of what Rio de Janeiro was under the spell of the Belle Époque.

Keywords:Nestor Vítor; Tomás Lopes; Literature and travel; Cultural travel; Belle Époque.

Coordenação

Coordenadora: Profa. Dra. Maria Eugenia Lammoglia

Vice-Coordenadora: Profa. Dra. Eliete Figueira Batista da Silveira 

Secretário: Renato Martins e Silva
posvernaculas@letras.ufrj.br

Atendimento

Além de atender por e-mail, a Secretaria do PPGLEV oferece atendimento telefônico e presencial de segunda a quinta-feira, das 13h às 17h, na sala F-319.

Endereço

Programa de Pós-Graduação em Letras  (Letras Vernáculas)
Faculdade de Letras da UFRJ
Av. Horácio de Macedo, 2151
Sala F-319
Cidade Universitária — CEP 21941-917
Rio de Janeiro — RJ