Discente: Francyne França

Título da tese: Procura do silêncio

Orientador(a): Maria Lucia Guimarães de Faria

Ano da defesa: 2021

Páginas: 141

Resumo:

Esta é uma tese que atravessa diversas matérias sem se deter em nenhuma delas. Um percurso vertiginoso que começa nos escombros da ruína discursiva de Haroldo de Campos no livro Galáxias, surpreende a imaginação hesitante de Manuel Bandeira no poema “A realidade e a imagem”, engajando-se então na perseguição ao escapista infalível do livro Quando não estou por perto, de Annita Costa Malufe, até perder-se entre uma nebulosa gráfica e nuvens esparsas na obra de Mira Schendel. Durante a caminhada suscitam-se pensamentos sobre o corpo e os sentidos, a imagem, o som, o silêncio. Esse périplo é acompanhado pelo barroco Prelúdio em Dó menor de Bach, ao sabor de uma expectativa de conclusão que por obra de uma intervenção diabólica jamais realizar-se-á. Tudo isso como uma tentativa de reconhecimento da sensação avassaladora que uma pequena aspirante a pianista certa vez experimentou sob o efeito delirante de seu instrumento. Um passeio poético por ambiências subjetivas, durante o qual o que se procura é o silêncio.

Palavras-chave: imagem; sentido; silêncio; corpo; escuta; Haroldo de Campos; Galáxias; Mira Schendel; objetos gráficos; monocromáticos; Annita Costa Malufe; Quando não estou por perto; Johann Sebastian Bach; Prelúdio em Dó menor BWV 999.

Abstract:

This is a thesis that crosses several subjects without looking into any of them. A vertiginous journey that begins with Haroldo de Campos’s discursive ruin in Galáxias, surprises Manuel Bandeira's hesitant imagination in the poem “A realidade e a imagem”, then engages in the pursuit of the infallible escapist of the book Quando não estou por perto, by Annita Costa Malufe, until it gets lost in a graphic haze and scattered clouds in Mira Schendel's work. During the walk, thoughts about the body and the senses, the image, the sound, the silence are raised. This tour is accompanied by the baroque Prelude in C minor by Bach, with the expectation of a conclusion that will never be attained due to a diabolic intervention. All this as an attempt to recognize the overwhelming sensation that a small aspiring pianist once experienced under the delirious effect of her instrument. A poetic walk through subjective environments, during which silence is sought.

Keywords: image; sense; silence; body; listening; Haroldo de Campos; Galáxias; Mira Schendel; objetos gráficos; monocromáticos; Annita Costa Malufe; Quando não estou por perto; Johann Sebastian Bach; Prelude in C minor BWV 999.

Coordenação

Coordenadora: Profa. Dra. Maria Eugenia Lammoglia

Vice-Coordenadora: Profa. Dra. Eliete Figueira Batista da Silveira 

Secretário: Renato Martins e Silva
posvernaculas@letras.ufrj.br

Atendimento

Além de atender por e-mail, a Secretaria do PPGLEV oferece atendimento telefônico e presencial de segunda a quinta-feira, das 13h às 17h, na sala F-319.

Endereço

Programa de Pós-Graduação em Letras  (Letras Vernáculas)
Faculdade de Letras da UFRJ
Av. Horácio de Macedo, 2151
Sala F-319
Cidade Universitária — CEP 21941-917
Rio de Janeiro — RJ