Discente: Adriana Lopes Rodrigues Coelho

Título da tese: A representação anafórica do objeto direto de 3ª pessoa: uso e avaliação linguística subjetiva no processo de ensino-aprendizagem

Orientador(a): Silvia Rodrigues Vieira

Ano da defesa: 2019

Páginas: 179

Resumo:

A presente investigação consiste em uma análise da avaliação subjetiva de professores e alunos quanto à anáfora do objeto direto de terceira pessoa, na modalidade escrita do português brasileiro. Sob orientação da Sociolinguística Laboviana (WEINREICH, LABOV e HERZOG, 1986; LABOV, 1972 e 1994), considera-se o princípio de que a variação é inerente, havendo uma heterogeneidade ordenada, passível de sistematização e condicionada por aspectos linguísticos e extralinguísticos, estabelecendo-se, com isso, as formas alternantes para o fenômeno investigado: (i) o pronome átono, (ii) o pronome lexical, (iii) o SN referencial e (iv) o objeto nulo. Quanto à avaliação subjetiva, no âmbito da correlação entre crenças e atitudes, somam-se referências como Lambert (1967), Lambert & Lambert (1972), Santos (1996), Aguilera (2008) e Corbari (2012); para os conceitos de norma e ensino da língua, Faraco (2008, 2013, 2015), Franchi (1991, 2001) e Vieira (2014, 2017). Assim, objetiva-se verificar as crenças e atitudes docentes quanto ao caráter variável da língua, com destaque ao uso das formas variantes associadas ao fenômeno em estudo, buscando-se, ainda, averiguar a influência de tais crenças sobre a formação das crenças discentes com reflexo em seus usos. Os principais resultados obtidos demonstram: (i) parcial consciência linguística de professores e alunos no que se refere ao caráter variável das questões teóricas de ensino da Língua Portuguesa e da representação do fenômeno em foco; (ii) processo de ensinoaprendizagem da língua fundamentado em concepções normativas; (iii) avaliação, tanto docente como discente, positiva do emprego clítico acusativo e do SN anafórico sinônimo e negativa do pronome nominativo e do objeto nulo para representação do objeto direto anafórico; (iv) influência das crenças linguísticas docentes sobre a formação das crenças dos alunos, assim como sobre seus usos, tendo como resultado o esforço discente em evitar o emprego de formas estigmatizadas ou simplesmente não contempladas pela orientação didática tradicional. Destaca-se, portanto, a importância da Sociolinguística Educacional para tornar professores e alunos cada vez mais conscientes do caráter variável do português brasileiro e de sua competência enquanto usuários da língua.

Abstract:

The present investigation consists of an analysis of the subjective evaluation of teachers and students regarding the third person direct object anaphora, in the written modality of Brazilian Portuguese. Under the guidance of the Labovian Sociolinguistics (WEINREICH, LABOV and HERZOG, 1986; LABOV, 1972 and 1994), the principle is considered that variation is inherent, with an orderly heterogeneity, subject to systematization and linguistic and extralinguistic conditioning, establishing itself. Thus, the alternating forms for the investigated phenomenon: (i) the unstressed pronoun, (ii) the lexical pronoun, (iii) the referential SN and (iv) the null object. Regarding the subjective assessment, in the context of the correlation between beliefs and attitudes, there are references such as Lambert (1967), Lambert & Lambert (1972), Santos (1996), Aguilera (2008) and Corbari (2012); for the concepts of norm and language teaching, Faraco (2008, 2013, 2015), Franchi (1991, 2001) and Vieira (2014, 2017). Thus, the objective is to verify the teachers' beliefs and attitudes regarding the variable character of the language, with emphasis on the use of the variant forms associated with the phenomenon under study, seeking also to investigate the influence of such beliefs on the formation of student beliefs with reflection on its uses. The main results obtained demonstrate: (i) partial linguistic awareness of teachers and students regarding the variable character of the theoretical questions of Portuguese Language teaching and the representation of the phenomenon in focus; (ii) language teaching-learning process based on normative conceptions; (iii) positive assessment, both teacher and student, of the accusative clitic use and the synaptic anaphoric SN and negative of the nominative pronoun and the null object to represent the anaphoric direct object; (iv) influence of teaching language beliefs on the formation of students' beliefs, as well as on their uses, resulting in the student's effort to avoid the use of stigmatized forms or simply not contemplated by traditional didactic orientation. Therefore, the importance of Educational Sociolinguistics is highlighted to make teachers and students increasingly aware of the variable character of Brazilian Portuguese and its competence as users of the language.

Coordenação

Coordenadora: Profa. Dra. Maria Eugenia Lammoglia

Vice-Coordenadora: Profa. Dra. Eliete Figueira Batista da Silveira 

Secretário: Renato Martins e Silva
posvernaculas@letras.ufrj.br

Atendimento

Além de atender por e-mail, a Secretaria do PPGLEV oferece atendimento telefônico e presencial de segunda a quinta-feira, das 13h às 17h, na sala F-319.

Endereço

Programa de Pós-Graduação em Letras  (Letras Vernáculas)
Faculdade de Letras da UFRJ
Av. Horácio de Macedo, 2151
Sala F-319
Cidade Universitária — CEP 21941-917
Rio de Janeiro — RJ