Discente: Mauricélia Ferreira das Neves

Título da tese: Imagens de Orfeu na Poesia de Vinicius de Moraes, Carlos Drummond de Andrade, Murilo Mendes e Jorge de Lima

Orientador(a): Eucanaã Ferraz

Ano da defesa: 2019

Páginas: 145

Resumo:

No artigo “Dürer e a Antiguidade italiana”, sobre a obra A morte de Orfeu do pintor Albrecht Dürer, Aby Warburg aponta traços que evidenciam a “reintrodução da Antiguidade na cultura moderna” e a migração da expressão “emotiva”, a pathosformel, da arte clássica para a modernidade. O mito de Orfeu foi inspiração para diversos poetas na arte ocidental. Na literatura brasileira, está presente desde o período colonial, perpassando por todos os estilos literários. No Modernismo, encontra-se a maior vertente de aproveitamento do mito. Mediante as pautas do amor, da reunificação da poesia, da fragmentação e do exílio poético, os poetas Vinicius de Moraes, Carlos Drummond de Andrade, Murilo Mendes e Jorge de Lima retratam as formas do páthos de Orfeu e recriam o mito, incorporando-o em seus versos. Dessa forma, é possível verificar a permanência de ícones da Antiguidade; ratificar a existência de um legado órfico; e, principalmente, evidenciar o resgate de uma memória cultural na poesia brasileira moderna através das imagens de Orfeu.

Resumé:

In the article "Dürer and Italian Antiquity", on The Death of Orpheus by the painter Albrecht Dürer, Aby Warburg points out traces that show the "reintroduction of antiquity in modern culture" and the migration of the "emotive" expression, the pathosformel, from classical art to modernity. The myth of Orpheus was an inspiration to many poets in Western art. In Brazilian literature, it's been present ever since the colonial period, spanning every literary style. In Modernism, a large part of the exploration of the myth is found. The poets Vinicius de Moraes, Carlos Drummond de Andrade, Murilo Mendes and Jorge de Lima portray the forms of Orpheus’ pathos and recreate the myth by incorporating it into the subject of love, the reunification of poetry, fragmentation and poetic exile in their verses. Therefore, it is possible to verify the permanence of antiquity's icons; ratifying the existence of an Orphic legacy; and, especially, make the rescue of a cultural memory in modern Brazilian poetry through the images of Orpheus clear.

Coordenação

Coordenadora: Profa. Dra. Maria Eugenia Lammoglia

Vice-Coordenadora: Profa. Dra. Eliete Figueira Batista da Silveira 

Secretário: Renato Martins e Silva
posvernaculas@letras.ufrj.br

Atendimento

Além de atender por e-mail, a Secretaria do PPGLEV oferece atendimento telefônico e presencial de segunda a quinta-feira, das 13h às 17h, na sala F-319.

Endereço

Programa de Pós-Graduação em Letras  (Letras Vernáculas)
Faculdade de Letras da UFRJ
Av. Horácio de Macedo, 2151
Sala F-319
Cidade Universitária — CEP 21941-917
Rio de Janeiro — RJ