Discente: Helena Maria de Souza Costa Arruda

Título da tese: Identidades em fuga: Personagens-escritoras no romance brasileiro do século XXI (2007-2018)

Orientador(a): Godofredo de Oliveira Neto

Ano da defesa: 2019

Páginas: 242

Resumo:

Esta Tese parte da análise de sete romances da Literatura Brasileira Contemporânea, publicados entre os anos de 2007 e 2018, todos de autoria feminina. Por meio de um corpus teórico alicerçado na teoria literária, na filosofia, na sociologia e na psicanálise, busco comprovar a importância da escrita literária como arma de libertação e de subversão às regras impostas pelo poder patriarcal. Para isso, foram analisadas seis personagens centrais de seis dos romances eleitos e quatro personagens, também centrais, de um único romance, já que este é constituído de uma voz polifônica por meio da genealogia de mulheres de uma mesma herança familiar. Logo, o que busco analisar nesta Tese são personagensescritoras, construídas por meio da autorreflexividade de suas autoras. Personagens-escritoras que necessitaram buscar matéria de escrita na experiência do fora, do outsider, como apontam, entre outros teóricos, Blanchot e Todorov, sem dispensarem, contudo, a posição de insider, ou seja, o olhar de dentro da sociedade, numa experimentação em que a memória e o presente se mesclam ao espaço topofílico, como quer Bachelard e também geográfico, afetando seus corpos sempre em trânsito, deslocados ou (in)adaptados conforme às vivências do imigrante, do estrangeiro. São identidades em constante fuga, fragmentadas, portanto, em conflito dentro de um mundo cosmopolita e globalizado, onde as fronteiras se diluem e o hibridismo cultural passa a ser uma necessidade. Assim, esta Tese está fundamentada sobre quatro grandes eixos temáticos que dialogam entre si, interligando-se: o protagonismo da mulher refletido na personagemescritora; o corpo feminino vítima da violência e da opressão, espelhado na escrita das personagens; o espaço da mulher na sociedade androcêntrica e patriarcal e a necessidade da fuga, do “teto”, conforme Woolf, para a busca identitária, para a retotalização e libertação do Eu e do Outro, uma vez que, segundo Rimbaud, Je est un autre.

Resumé:

This thesis is part of the analysis of seven novels of Contemporary Brazilian Literature, published between the years of 2007 and 2018, all of them by female authors. Through a theoretical corpus based on literary theory, philosophy, sociology and psychoanalysis, I seek to prove the importance of literary writing as a weapon of liberation and subversion to the rules imposed by patriarchal power. For this, six central characters of six of the novels and four central characters of a single novel were analyzed, since this one is constituted of a polyphonic voice through the genealogy of women of the same family inheritance. Therefore, what I seek to analyze in this thesis are characters-writers, built through the authors' selfreflexivity. Characters-writers who needed to look for writing material in the experience of alien, the outsider, among other theorists, Blanchot and Todorov, without, however, dispensing the position of insider, that is, the look from within society, in an experimentation in which memory and the present merge into the topophilic space, as Bachelard and also geographic, affecting their bodies always in transit, displaced or (in)adapted according to the experiences of the immigrant, the foreigner. They are identities in constant escape, fragmented, therefore, in conflict within a cosmopolitan and globalized world, where borders are diluted and cultural hybridity becomes a necessity. Thus, this thesis is based on four main thematic axes that dialogue among themselves, interconnecting: the protagonism of the woman reflected in the character-writer; the female body victim of violence and oppression, mirrored in the writing of the characters; the space of women in androcentric and patriarchal society, and the need for escape, the "roof", according to Woolf, for the search for identity, for the retotalization and liberation of the Self and the Other, since, according to Rimbaud, Je est un autre .

Coordenação

Coordenadora: Profa. Dra. Maria Eugenia Lammoglia

Vice-Coordenadora: Profa. Dra. Eliete Figueira Batista da Silveira 

Secretário: Renato Martins e Silva
posvernaculas@letras.ufrj.br

Atendimento

Além de atender por e-mail, a Secretaria do PPGLEV oferece atendimento telefônico e presencial de segunda a quinta-feira, das 13h às 17h, na sala F-319.

Endereço

Programa de Pós-Graduação em Letras  (Letras Vernáculas)
Faculdade de Letras da UFRJ
Av. Horácio de Macedo, 2151
Sala F-319
Cidade Universitária — CEP 21941-917
Rio de Janeiro — RJ