Discente: Daniela da Glória Silveira de Souza Vianna

Título da dissertação: As geografias anticoloniais de Noémia de Sousa

Orientador(a): Nazir Ahmed Can

Ano da defesa: 2018

Páginas: 125

Resumo:

Esta dissertação analisa Sangue Negro, da poeta moçambicana Noémia de Sousa, com o objetivo de compreender os espaços na sua obra, assim como o retrato dos perfis humanos que povoaram os bairros periféricos de Moçambique, especialmente os trabalhadores dos cais, as prostitutas, os magaiças, os zampunganas. Seguindo esta proposta de leitura, que aborda o espaço em um sentido mais aberto, sem desligá-lo do tempo, pretende-se ainda examinar o comprometimento de Noémia com a história e a política de Moçambique. A partir dos conceitos da Geografia, este trabalho procura refletir a ideia do vínculo do homem com o lugar onde vive ao mostrar a relação concreta da poeta estudada com a terra moçambicana e também da sua relação com os lugares da diáspora africana. Nesse sentido, o objetivo é analisar as relações que Noémia estabelece com o seu meio, a partir das suas experiências geográficas. Além disso, constatando que as literaturas africanas foram influenciadas por movimentos culturais e políticos de outras partes do mundo, tais como América e Europa, examinamos o modo como alguns desses movimentos são integrados na obra da poeta.

Palavras-chave: Noémia de Sousa. Literatura moçambicana. Geografia. Espaço poético. Resistência.

Abstract:

This dissertation analyzes Sangue Negro, by the Mozambican poet Noémia de Sousa, in order to understand the spaces in his work, as well as the portrayal of the human profiles that populated the peripheral districts of Mozambique, especially wharf workers, prostitutes, magicians, the zampunganas. Following this reading proposal, which approaches space in a more open sense, without disconnecting it from time, it is also intended to examine Noémia's commitment to the history and politics of Mozambique. Based on the concepts of geography, this work seeks to reflect the idea of the man’s bond with the place where he lives by showing the concrete relation of the poet studied with the Mozambican land and also of its relation with the places of the African diaspora. In this sense, the objective is to analyze the relations that Noémia establishes with its environment, based on its geographical experiences. Moreover, noting that African literatures have been influenced by cultural and political movements in other parts of the world, such as America and Europe, we have examined how some of these movements are integrated into the poet's work.

Keywords: Noémia de Sousa. Mozambican literature. Geography. Poetic space. Resistance.

Discente: Daniela da Glória Silveira de Souza Vianna

Título da dissertação: As geografias anticoloniais de Noémia de Sousa

Orientador(a): Nazir Ahmed Can

Ano da defesa: 2018

Páginas: 125

Resumo:

Esta dissertação analisa Sangue Negro, da poeta moçambicana Noémia de Sousa, com o objetivo de compreender os espaços na sua obra, assim como o retrato dos perfis humanos que povoaram os bairros periféricos de Moçambique, especialmente os trabalhadores dos cais, as prostitutas, os magaiças, os zampunganas. Seguindo esta proposta de leitura, que aborda o espaço em um sentido mais aberto, sem desligá-lo do tempo, pretende-se ainda examinar o comprometimento de Noémia com a história e a política de Moçambique. A partir dos conceitos da Geografia, este trabalho procura refletir a ideia do vínculo do homem com o lugar onde vive ao mostrar a relação concreta da poeta estudada com a terra moçambicana e também da sua relação com os lugares da diáspora africana. Nesse sentido, o objetivo é analisar as relações que Noémia estabelece com o seu meio, a partir das suas experiências geográficas. Além disso, constatando que as literaturas africanas foram influenciadas por movimentos culturais e políticos de outras partes do mundo, tais como América e Europa, examinamos o modo como alguns desses movimentos são integrados na obra da poeta.

Palavras-chave: Noémia de Sousa. Literatura moçambicana. Geografia. Espaço poético. Resistência.

Abstract:

This dissertation analyzes Sangue Negro, by the Mozambican poet Noémia de Sousa, in order to understand the spaces in his work, as well as the portrayal of the human profiles that populated the peripheral districts of Mozambique, especially wharf workers, prostitutes, magicians, the zampunganas. Following this reading proposal, which approaches space in a more open sense, without disconnecting it from time, it is also intended to examine Noémia's commitment to the history and politics of Mozambique. Based on the concepts of geography, this work seeks to reflect the idea of the man’s bond with the place where he lives by showing the concrete relation of the poet studied with the Mozambican land and also of its relation with the places of the African diaspora. In this sense, the objective is to analyze the relations that Noémia establishes with its environment, based on its geographical experiences. Moreover, noting that African literatures have been influenced by cultural and political movements in other parts of the world, such as America and Europe, we have examined how some of these movements are integrated into the poet's work.

Keywords: Noémia de Sousa. Mozambican literature. Geography. Poetic space. Resistance.

Discente: Daniela da Glória Silveira de Souza Vianna

Título da dissertação: As geografias anticoloniais de Noémia de Sousa

Orientador(a): Nazir Ahmed Can

Ano da defesa: 2018

Páginas: 125

Resumo:

Esta dissertação analisa Sangue Negro, da poeta moçambicana Noémia de Sousa, com o objetivo de compreender os espaços na sua obra, assim como o retrato dos perfis humanos que povoaram os bairros periféricos de Moçambique, especialmente os trabalhadores dos cais, as prostitutas, os magaiças, os zampunganas. Seguindo esta proposta de leitura, que aborda o espaço em um sentido mais aberto, sem desligá-lo do tempo, pretende-se ainda examinar o comprometimento de Noémia com a história e a política de Moçambique. A partir dos conceitos da Geografia, este trabalho procura refletir a ideia do vínculo do homem com o lugar onde vive ao mostrar a relação concreta da poeta estudada com a terra moçambicana e também da sua relação com os lugares da diáspora africana. Nesse sentido, o objetivo é analisar as relações que Noémia estabelece com o seu meio, a partir das suas experiências geográficas. Além disso, constatando que as literaturas africanas foram influenciadas por movimentos culturais e políticos de outras partes do mundo, tais como América e Europa, examinamos o modo como alguns desses movimentos são integrados na obra da poeta.

Palavras-chave: Noémia de Sousa. Literatura moçambicana. Geografia. Espaço poético. Resistência.

Abstract:

This dissertation analyzes Sangue Negro, by the Mozambican poet Noémia de Sousa, in order to understand the spaces in his work, as well as the portrayal of the human profiles that populated the peripheral districts of Mozambique, especially wharf workers, prostitutes, magicians, the zampunganas. Following this reading proposal, which approaches space in a more open sense, without disconnecting it from time, it is also intended to examine Noémia's commitment to the history and politics of Mozambique. Based on the concepts of geography, this work seeks to reflect the idea of the man’s bond with the place where he lives by showing the concrete relation of the poet studied with the Mozambican land and also of its relation with the places of the African diaspora. In this sense, the objective is to analyze the relations that Noémia establishes with its environment, based on its geographical experiences. Moreover, noting that African literatures have been influenced by cultural and political movements in other parts of the world, such as America and Europe, we have examined how some of these movements are integrated into the poet's work.

Keywords: Noémia de Sousa. Mozambican literature. Geography. Poetic space. Resistance.

Projetos, Núcleos e Laboratórios (es)

Coordenação (es)

Coordenador: Prof. Dr. Adauri Bastos

Vice-coordenadora: Profa. Dra. Maria Eugenia Lammoglia 

Secretário: Renato Martins e Silva
posvernaculas@letras.ufrj.br

Atendimento (es)

Além de atender por e-mail, a Secretaria do PPGLEV oferece atendimento telefônico e presencial de segunda a quinta-feira, das 13h às 17h, na sala F-319.

Endereço (es)

Programa de Pós-Graduação em Letras  (Letras Vernáculas)
Faculdade de Letras da UFRJ
Av. Horácio de Macedo, 2151
Sala F-319
Cidade Universitária — CEP 21941-917
Rio de Janeiro — RJ